Terras de Bouro recusa transferência de competências

A Câmara de Terras de Bouro recusou, por unanimidade, a transferência de competências na área da ação social, educação e saúde. A proposta foi discutida em sede de reunião de executivo e mereceu o consenso tanto da oposição como do executivo em permanência.

Ao ‘Terras do Homem’, o presidente da Câmara, considera que “a proposta não faz sentido nos atuais termos. Não podemos ficar com competências sem ter o respetivo envelope financeiro”. As autarquias já vivem tempos difíceis com os encargos referentes à Covid-19 “e não têm condições para assumirem compromissos que aumentam os seus recursos financeiros”.

O autarca concorda que deve haver uma discussão mais alargada com as autarquias para que “todos saibam com o que podem contar”.

Este é um dos temas que irá ser abordado na Assembleia Municipal do próximo dia 27 de novembro no auditório do Gerês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *