Manuel Tibo recandidata-se em Terras de Bouro, oposição ainda não tem candidato

O presidente da câmara de Terras de Bouro, Manuel Tibo vai-se recandidatar ao segundo mandato à frente dos destinos da autarquia. Numa eleição que, com maior ou menor dificuldade, deverá pender para o seu lado e desta vez, sem os problemas do sufrágio anterior.

Recorde-se que o PSD ganhou, mas sem maioria absoluta, e teve necessidade de fazer um acordo com Ana Genoveva, eleita pelo movimento ‘Terras de Bouro O Nosso Partido’, para conseguir governar. Um acordo que criou uma crispação e o corte de relações entre o candidato, Paulo Sousa e a atual vereadora.

Em 2021, Ana Genoveva deverá integrar as listas do PSD, atrás de Tibo e Adelino Cunha. Também Augusto Braga, caso queira, será o nome a encabeçar a lista para a Assembleia Municipal.

Em pior situação está a oposição. ‘Terras de Bouro O Nosso Partido’ ainda não sabe se vai a votos porque o candidato natural, Paulo Sousa, por questões profissionais poderá não concorrer.

No entanto, uma solução ‘à Amares’ também pode fazer sentido. O Movimento ser aglutinado pelo PS e Paulo Sousa encabeçar a lista levando Luís Teixeira, atual vereador e rosto da última campanha. Marinha Antunes, ex-2ª comandante distrital de Braga do Serviço Nacional de Proteção Civil é outro dos nomes falados.

Caso Paulo Sousa não avance, o Partido Socialista terá que encontrar alguém para fazer frente ao atual autarca. Neste cenário, em cima da mesa, para além de Marinha Esteves, estão os nomes de Filipe Mota Pires (atual líder da concelhia) e o ‘crónico’ Ricardo Gonçalves.

As próximas semanas serão decisivas para que o cenário na oposição fique mais claro até porque e caso não haja adiamento das eleições, o PS deverá quer ir para o terreno o mais cedo possível para encontrar as melhores listas nas freguesias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *