Bombeiros de Terras de Bouro com saldo positivo de 9 500 euros em 2020

Os Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro voltaram a ter resultados financeiros positivos em 2020, num contexto desfavorável, nomeadamente no que concerne à pandemia Covid-19. Se em 2019, a associação teve um saldo negativo de cerca de 3 600 euros, no ano passado passou para os 9 500 euros positivos.

“Os resultados Líquidos do exercício passam de negativos a positivos apesar de todas as contrariedades. Os Resultados Operacionais mantêm valores confortáveis e se contabilizarmos sem as depreciações então o seu valor fica ainda mais expressivo”, refere o relatório a que o ‘Terras do Homem’ teve acesso.

Em termos globais, os Bombeiros tiveram gastos de 474 mil euros e rendimentos de 483 500 euros. A grande fatia das despesas refere-se a gastos com pessoal cerca de 278 700 euros e a fornecimentos e serviços externos 128 202 euros, dos quais a grande maioria em energia e fluídos e em serviços especializados.

Os gastos com fornecimentos e serviços externos decresceram 25,92%, acompanhando assim a diminuição da prestação de serviços da associação e os gastos com o pessoal decresceram cerca de 1,9%, pese embora os vários ajustamentos do salário mínimo nacional bem como de outras atualizações legalmente exigidas.

Quanto às receitas, mais de 319 700 euros vieram de subsídios à exploração, 105 mil de vendas e serviços prestados e 58 600 de outros rendimentos.

Perante os números apresentados, o presidente da direção da Associação dos Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro, Manuel Tibo agradece “às várias entidades e instituições que connosco colaboraram, nos dispensaram atenções, e que de alguma forma, nos ajudaram a conseguir os objetivos a que nos propusemos” e “aos nossos estimados associados e a todos os colaboradores, pela dedicação e empenhamento demonstrados”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *