UMinho debate ‘Democracia e Saúde: que desigualdades persistem?’

Prosseguem as conversas organizadas pela Escola de Medicina da Universidade do Minho em torno da saúde e do futuro da saúde em Portugal.

Desta vez, sob o tema “Democracia e saúde: que desigualdades persistem?”, o acesso aos cuidados de saúde e as disparidades que persistem no momento de recorrer a estes serviços serão os grandes focos de reflexão.

Este é um debate da maior importância, não apenas pelo delicado contexto de saúde pública que se atravessa, mas também pela elevada procura por cuidados de saúde que se adivinha no futuro próximo, quando o final da pandemia permitir a retoma do normal funcionamento dos serviços hospitalares e das várias especialidades médicas.

Novamente em formato webinar, a discussão terá lugar hoje, às 21h30, e contará com as contribuições de Céu Mateus (Economista da Saúde e Professora na Universidade de Lancaster, no Reino Unido), Nuno Sousa (Médico e Professor Catedrático na Escola de Medicina da UMinho) e Sandra Ribeiro (Presidente da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género). A conversa será moderada pela estudante de Medicina Cátia Seabra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *