Monte de S. Pedro de Fins em Amares acolheu primeira prova de aterragem de precisão

Amares foi o concelho escolhido para acolher a primeira de uma série de provas de aterragem de precisão, que vão passar por várias zonas do país. AbouaTarget, assim se chama a iniciativa que coloriu no passado sábado, dia 19 de junho, os céus do Monte de São Pedro Fins.

Para o Presidente do Município de Amares, Manuel Moreira, esta é mais uma excelente oportunidade para promover o património natural de Amares e um desporto que já se associa a este território. “O Município de Amares vai continuar a apoiar estas iniciativas que promovem o Monte de S. Pedro e o Concelho de Amares. O parapente já é uma referência e, por isso, ficamos muito satisfeitos com estas dinâmicas”.

A prova reuniu cerca de 3 dezenas de participantes. “Apesar das previsões apontarem para aguaceiros tivemos cerca de 30 participantes de diversos pontos do país: Porto, Santa Maria da Feira, e Trás-os-Montes, por exemplo, e 3 ou 4 participantes, de Espanha”, referiu Francisco Araújo, Presidente da Abouaaboua.

“A Ideia era tentar cativar os pilotos para outro tipo de modalidade e fugir um pouco do confinamento, dentro das normas de segurança impostas, e o balanço é muito positivo. Eles adoraram e querem repetir, é outro estímulo e uma iniciativa fácil de organizar, sem muita logística”, acrescentou.

A iniciativa organizada pelo Abouaaboua, com a supervisão da Federação Portuguesa de Voo Livre, contou com o apoio do Município de Amares e da União das Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos e Freguesia de Caires.

O vereador do Desporto da Câmara de Amares, João Esteves, reconhece o trabalho que a Direção do Abouaaboua tem feito no sentido de atrair novos pilotos para o concelho, dando a conhecer a nova pista de aterragem. João Esteves considera que este desporto tem, ainda, a particularidade de atrair atletas de outros países o que é muito bom para o concelho de Amares, nomeadamente para a Vila Termal de Caldelas.

Referindo-se ao concelho de Amares, o Presidente da Federação Portuguesa de Voo Livre, António Fernandes, reconheceu que o Monte de São Pedro Fins tem “ótimas” condições para a prática de Parapente e que Amares é um concelho com “excelentes” parapentistas.

No que diz respeito ao AbouaTarget, António Fernandes referiu que este foi um evento de um circuito de testes que vão fazer este ano em várias zonas do país. “A ideia é tentar cativar um número mínimo os pilotos, porque esta atividade é recente, e vamos tentar fazer um campeonato nacional. A nossa expectativa é que possamos fazer para o ano”, atirou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *