Jovem que esfaqueou 3 em rixa em Braga acusado de tentativa de homicídio

O Ministério Público (MP) acusou de tentativa de homicídio, ofensa à integridade física e detenção de arma proibida um jovem que em 2018, numa rixa em São Vítor, Braga, esfaqueou três jovens com uma navalha, atingindo um no tórax.

Segundo informação hoje publicada na página da Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto, e por despacho de 08 de junho, o MP no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Braga deduziu acusação contra dois arguidos envolvidos numa rixa que ocorreu na madrugada de 11 de novembro de 2018 na rua Nova de Santa Cruz, em São Vítor, freguesia de Braga.

O Ministério Público considerou indiciado que “os dois arguidos, então com 20 e 18 anos de idade, e que no momento integravam um grupo de jovens mais alargado, iniciaram uma altercação entre si no decurso da qual este arguido mais novo desferiu um soco naquele mais velho, e que no seguimento desta altercação, depois de ter sido atingido a soco o arguido mais velho muniu-se de uma navalha de ponta e mola e dizendo que ia matar todos com a mesma atingiu um jovem numa perna, outro no tórax e o arguido mais novo nos braços”.

“O Ministério Público indiciou ainda que ao atingir um jovem no tórax o arguido em causa quis matá-lo, o que só não aconteceu por razões alheias à sua vontade, ou seja, porque o jovem foi prontamente assistido no hospital”, acrescenta a PGD.

Ao arguido mais velho foi imputada a prática de um crime de homicídio qualificado na forma tentada, dois crimes de ofensa à integridade física qualificada, de um crime de ofensa à integridade física simples e de um crime de detenção de arma proibida.

O mais novo ficou acusado de um crime de ofensa à integridade física simples.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *