A mais recente alternativa à carne é feita com um fungo de Yellowstone

Bill Gates, Jeff Bezos e Al Gore são algumas das personalidades que apoiam a Nature’s Fynd, uma startup que desenvolve hambúrgueres sem carne, queijo sem leite e outros produtos que contêm um micróbio vulcânico fermentado derivado do Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos.

Antes de fundar a Nature’s Fynd em 2012, juntamente com Thomas Jonas, Mark Kozubal investiu algum tempo a investigar um fungo de fontes termais vulcânicas no Parque Nacional de Yellowstone, chamado Fusarium strain flavolapis.

Com a ajuda da sua equipa, fermentou-o numa substância rica em proteínas a que chamaram “Fy™“, que é agora a base dos produtos alimentares da empresa.

Esta proteína vulcânica derivada de micróbios inclui todos os 20 aminoácidos e não tem colesterol nem gorduras trans, um tipo de ácidos gordos insaturados. Além disso, segundo o Interesting Engineering, Fy™ tem um décimo da gordura da carne moída e 50% mais proteína do que o tofu, o que o torna uma alternativa viável à carne.

A empresa diz ter desenvolvido um método de fermentação para tornar o micróbio uma fonte alimentar “sem a necessidade de sol, chuva ou solo“.

“Em apenas alguns dias, os filamentos crescem e entrelaçam-se, formando um tapete com uma textura semelhante à fibra muscular”, refere a empresa. Depois, o produto resultante “pode ser transformado num sólido, líquido ou em pó”.

O Fy™ é, portanto, mais amigo do ambiente, uma vez que o processo para a sua produção emite menos gases de efeito de estufa do que outras formas de proteína.

O setor dos alimentos alternativos disparou no ano passado, tendo aumentado as vendas a retalho nos Estados Unidos em 27% e elevado o valor total do mercado para sete mil milhões de dólares, de acordo com a Associação de Alimentos Baseados em Plantas (PBFA), um grupo comercial composto por mais de 200 empresas.

ZAP //

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *