Casa do Conhecimento e Secundária de Vila Verde presentes em workshop sobre espaços de inovação

A Casa do Conhecimento de Vila Verde em conjunto com a Escola Secundária de Vila Verde, promoveram a primeira ação, de carácter experimental, do projeto “Espaços de Inovação e Conhecimento” um conceito que se prende com espaços não formais de aprendizagem, com base na metodologia “aprender fazendo”, onde o foco serão as áreas do Codding, da Impressão 3D e da Eletrónica.

Numa parceria com Centro de Competências TIC da Escola Superior de Educação, do Instituto Politécnico de Setúbal foi promovido um “Workshop em Scratch”, pelos Professores Miguel Figueiredo, João Torres e João Grácio, para um grupo de alunos da ESVV.

Na opinião de José Ismael Graça, coordenador da Casa do Conhecimento de Vila Verde “esta é a primeira ação, uma espécie de ação piloto, do projeto ‘Espaços de Inovação e Conhecimento’ que pretendemos desenvolver no âmbito da Rede de Clubes Casa do Conhecimento que engloba todas as escolas e agrupamentos de escolas do concelho. Pensamos que é um projeto enriquecedor, que permitirá aos participantes adquirir um conjunto de competências em áreas específicas, desconstruindo conceitos, exemplificando processos e construindo conhecimento”.

Por sua vez, João Graça, diretor da Escola Secundária de Vila Verde, realçou a importância da iniciativa no conjunto de aprendizagens a que a escola se propõe e que integram o perfil do aluno, destacando a proximidade dos alunos à escola mesmo em tempo de férias.

Miguel Figueiredo, Coordenador do CCTIC/ESE/IPS, manifestou o inteiro agrado da sua equipa em realizar este workshop em scratch, referindo-o como uma linguagem de programação cativante para qualquer idade, pela forma lógica e intuitiva como se processa.

Os alunos que participaram no workshop classificaram-no como uma experiência: “bastante educativa, enriquecedora, diversificada, muito instrutiva, espetacular, cativante, entusiasmante, útil, divertida, muito interessante” dando os parabéns pela mesma.

“O scratch é uma linguagem de programação e uma comunidade em linha onde pode criar as suas próprias histórias, os seus próprios jogos e as suas próprias animações interativas – e partilhar as suas criações com outras pessoas em todo o mundo. Durante o processo de conceber e programar projetos scratch, os jovens aprendem a pensar de forma criativa, a raciocinar de forma sistemática e a trabalhar de forma colaborativa. O scratch é um projeto da Fundação Scratch em colaboração com o grupo Lifelong Kindergarten do Media Lab do MIT. Está disponível gratuitamente em https://scratch.mit.edu/.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *