Amares vai espalhar poemas de Sá de Miranda pelo concelho

No dia em que se celebra o nascimento de Francisco Sá de Miranda, a câmara de Amares colocou na fachada da biblioteca municipal que tem o nome do poeta, um poema de sua autoria. A ideia, agora, é espalhar outros poemas pelo concelho.

“A ideia é estender pelo concelho poemas mais conhecidos de Sá de Miranda identificando gentes e locais com o poeta”, revelou o vereador da cultura, Isidro Araújo, na cerimónia que assinalou o ‘parabéns a você’.

Mas há mais iniciativas na forja: a pandemia obrigou a adiar para a Primavera de 2021, o congresso internacional mirandino. Para o ano, haverá a edição completa dos poemas de Sá de Miranda. Segundo o presidente do Centro de Estudos Mirandinos, “a mais-valia da edição são as duas mil notas de rodapé que irão explicar a linguagem de Sá de Miranda tornando-a mais acessível”.

Sérgio Guimarães revelou, ainda, que “há a intenção de dar mais protagonismo à Quinta da Tapada, o exílio mirandino”.

Um programa de formação de professores vai, também, avançar no próximo ano. “Será uma formação certificada e abrangente à cultura portuguesa. Sá de Miranda era um homem de cultura e, por isso, faz sentido alargar o âmbito da formação a outras áreas, o que irá permitir ter professores que não sejam só de português”.

Comemorações

Para além da afixação de um poema na fachada da Biblioteca, foi, também, inaugurado um painel artístico elaborado pelos alunos da Escola Secundária de Amares supervisionados pelo artista plástica, Alberto Péssimo.

O bibliotecário escolar, Jorge Carvalho, explicou que “o trabalho foi realizado em finais do ano passado por alunos do 9ºD, inseridos numa oficina de expressão plástica que andava à volta da poesia de Sá de Miranda”.

Alberto Péssimo, que já tem outros trabalhos espalhados pela escola, coordenou o projeto que integra o projeto ‘Para Amares a Leitura’, uma parceria Escola, Biblioteca e autarquia. No painel central está um desenho de Sá Miranda elaborado pelo artista. “O projeto já foi pensado para a parede onde está situado”.

Também um pequeno filme sobre a importância de Sá de Miranda no concelho foi apresentado e já está disponível nas plataformas digitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *