Treinador do Gil quer conquistar pontos frente a Rio Ave de “qualidade”

O treinador Ricardo Soares afirmou hoje que o Gil Vicente quer fazer “um bom jogo” e “conquistar pontos” diante de um Rio Ave com “qualidade”, em jogo da oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol, no domingo.

Duas semanas depois de ter substituído Rui Almeida, o técnico frisou que o plantel, ainda com o “processo de jogo” em fase de assimilação, está mais preparado para o duelo com os vila-condenses do que para o jogo da semana passada, que marcou a sua estreia, perante o Oleiros, na terceira eliminatória da Taça de Portugal – os gilistas venceram 4-2 no desempate por grandes penalidades.

“O Rio Ave não nos vai surpreender, porque a sua qualidade é evidente. Mas o mais importante é o nosso processo, e não abdicamos dele. Queremos fazer um bom jogo, mas, fundamentalmente, queremos conquistar pontos. Vamos entrar em campo com essa ambição”, disse, na antevisão ao desafio, agendado para as 15:00 de domingo, no Estádio Cidade de Barcelos.

Ricardo Soares defrontou a formação da foz do Ave há um mês, na última partida em que liderou o Moreirense – derrota por 2-0 – e afirmou ter um “conhecimento total” sobre uma equipa que, habitualmente, “assume o controlo do jogo” e “tem mais posse de bola do que os adversários”.

O treinador prometeu, contudo, que os homens de Barcelos vão “dividir” a iniciativa, tendo perspetivado duas equipas a “lutarem pela vitória até ao último segundo”, independentemente de a exibição gilista ser “bem conseguida” ou não.

“Temos vindo a incidir o nosso trabalho numa organização defensiva que nos possa dar confiança para manter o resultado em aberto. Sempre lutaremos pela vitória. Espero um jogo bem conseguido. Se não for bem conseguido, espero pontos”, esclareceu.

O Gil Vicente, reconheceu o treinador, vai demorar “três ou quatro semanas” a adquirir uma atitude que lhe permita “assumir os jogos” regularmente, devido à “falta de rotinas” que permita à equipa executar “em ‘piloto automático'”.

“Nós, treinadores, vivemos de resultados. Temos de fazer tudo para vencer, não ultrapassando um processo que nos leva mais vezes a ganhar. Estamos a introduzir ideias e os atletas têm de pensar para executar. No futuro, vamos ser muito melhores”, projetou.

Elogioso para com o desempenho dos jogadores nos treinos, quer pela “qualidade” demonstrada, quer pelo “empenho, dedicação e compromisso”, Ricardo Soares adiantou que o Gil Vicente pretende, durante os jogos, alternar o sistema tático 3x4x3, trabalhado por Rui Almeida, com o 4x3x3.

“É importante dar corpo a esta ideia de jogo que se transforma em dois sistemas [táticos]. Mas as dinâmicas de jogo nada têm a ver com sistemas. Quero uma equipa eficaz a defender e concretizadora no ataque”, explicou.

O Gil Vicente, 17.º e penúltimo classificado da I Liga, com cinco pontos, recebe o Rio Ave, sétimo, com 10, em jogo da oitava jornada, agendado para as 15h00 de domingo, no Estádio Cidade de Barcelos, com arbitragem de Luís Godinho, da Associação de Futebol do Évora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *